26/04/2015
menos mais
Linha Azul

Proteção de Máquinas: inexistentes ou inadequadas

Proteção deve contemplar diversos pontos da máquina

Em resumo, não somente os pontos de operação de máquina devem ser protegidos, e também, as partes entrantes, as móveis, correias, engrenagens, polias, etc.

Não é difícil encontrarmos, ainda, nas fábricas brasileiras, muitas máquinas sem qualquer proteção nas suas áreas mais perigosas, ou, incontáveis casos de máquinas que aparentemente estão protegidas, mas, suas proteções não estão adequadas e acabam por expor os operadores a riscos grave e eminente.

A título de exemplo, vamos mostrar algumas situações reais, onde as máquinas não oferecem qualquer proteção e, por último, uma prensa com uma proteção fisicamente bem elaborada, mas, inadequada sob o ponto de vista da proteção total.

Transmissões de força e nos pontos de operação

As fotos mostram prensas (mecânica de engate por chaveta), que não possuí qualquer tipo de proteção conforme preceitua a NR 12, tanto nas zonas de prensagem, que são as principais áreas de risco, quanto nas transmissões de força como motores, polias e engrenagens.

As transmissões de força e os componentes móveis a elas interligados, acessíveis ou expostos, devem possuir proteções fixas, ou móveis com dispositivos de intertravamento, que impeçam o acesso por todos os lados.”

Item 12.47

“Quando utilizadas proteções móveis para o enclausuramento de transmissões de força que possuam inércia, devem ser utilizados dispositivos de intertravamento com bloqueio.”

Proteção inadequada

Destacamos uma prensa com as proteções pintadas em amarelo, onde se percebe uma relativa qualidade quanto ao aspecto das proteções instaladas, que tem a função de enclausurar o ponto de operação (ponto de maior risco).

Aparentemente esta máquina está totalmente protegida. 

No entanto, a abertura frontal da sua proteção tem altura de vão superior a 18 cm, o que permite totalmente a inserção da mão e braço do operador, expondo o trabalhador ao risco potencial de mutilação.

Facebook Twitter Pinterest Google Plus Tumblr

Leia Também