23/04/2015
menos mais
Linha Azul

Aspectos ergonômicos para máquinas e equipamentos e seus postos de trabalhos (NR 12)

As máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e mantidos com observância das características antropométricas dos operadores; respeito às exigências posturais, cognitivas, movimentos e esforços físicos demandados pelos operadores; os componentes como monitores de vídeo, sinais e comandos, devem possibilitar a interação clara e precisa com o operador de forma a reduzir possibilidades de erros de interpretação ou retorno de informação; redução da exigência de força, pressão, preensão, flexão, extensão ou torção dos segmentos corporais; iluminação adequada e disponível em situações de emergência, quando exigido o ingresso em seu interior, etc.

 

Os comandos das máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e mantidos com observância da localização e distância de forma a permitir manejo fácil e seguro; instalação dos comandos mais utilizados em posições mais acessíveis ao operador; visibilidade, identificação e sinalização que permita serem distinguíveis entre si; instalação dos elementos de acionamento manual ou a pedal de forma a facilitar a execução da manobra levando em consideração as características biomecânicas e antropométricas dos operadores; e garantia de manobras seguras e rápidas e proteção de forma a evitar movimentos involuntários.

 

As máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e operados levando em consideração a necessidade de adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores e à natureza dos trabalhos a executar, oferecendo condições de conforto e segurança no trabalho, observado o disposto na NR 17. Os assentos utilizados na operação de máquinas devem possuir estofamento e serem ajustáveis à natureza do trabalho executado, além do previsto no subitem 17.3.3 da NR 17.

 

Os postos de trabalho devem ser projetados para permitir a alternância de postura e a movimentação adequada dos segmentos corporais, garantindo espaço suficiente para operação dos controles nele instalados. As superfícies dos postos de trabalho não devem possuir cantos vivos, superfícies ásperas, cortantes e quinas em ângulos agudos ou rebarbas nos pontos de contato com segmentos do corpo do operador, e os elementos de fixação, como pregos, rebites e parafusos, devem ser mantidos de forma a não acrescentar riscos à operação. Os postos de trabalho das máquinas e equipamentos devem permitir o apoio integral das plantas dos pés no piso e deve ser fornecido apoio para os pés quando os pés do operador não alcançarem o piso, mesmo após a regulagem do assento.

 

As dimensões dos postos de trabalho das máquinas e equipamentos devem: atender às características antropométricas e biomecânicas do operador, com respeito aos alcances dos segmentos corporais e da visão; assegurar a postura adequada, de forma a garantir posições confortáveis dos segmentos corporais na posição de trabalho; e evitar a flexão e a torção do tronco de forma a respeitar os ângulos e trajetórias naturais dos movimentos corpóreos, durante a execução das tarefas.

 

O ritmo de trabalho e a velocidade das máquinas e equipamentos devem ser compatíveis com a capacidade física dos operadores, de modo a evitar agravos à saúde, além de outras recomendações pertinentes.

 

Facebook Twitter Pinterest Google Plus Tumblr

Leia Também